Sócio UniversoTorcedor

Zelando pelo patrimônio

Luis Fernando Cadilhe dá o toque de imaginação na sede do Sampaio

Luis Fernando posa ao lado peças históricas do Sampaio
Luis Fernando posa ao lado peças históricas do Sampaio
Luis Fernando posa ao lado peças históricas do Sampaio

O diretor de patrimônio do Sampaio Corrêa, Luís Fernando Cadilhe, responsável pelas obras de melhoramentos do CT José Carlos Macieira, disse que está feliz pelo trabalho realizado nos últimos anos, mas fez questão de acrescentar: “Nada disso teria sido possível sem o apoio incondicional do presidente Sergio Frota, que nos autorizou a realizar as obras, e sem a parceria com o Hospital São Domingos, que tem sido fundamental, sobretudo na compra dos equipamentos para o nosso departamento médico”, ressaltou Cadilhe.

No CT, foram feitas a ampliação da academia de ginástica, sala do Departamento Médico (que ficou mais espaçosa e melhor aparelhada), construção do departamento de fisiologia, sala de imprensa, além da criação do memorial, para resgatar a história do Sampaio, que passou a ter um espaço de exposição permanente de troféus, taças, medalhas e da publicação das grandes reportagens exaltando os feitos vitoriosos do clube ao longo dos seus 90 anos. “Com muito esforço, conseguimos recuperar alguns troféus importantes, que estavam perdidos nas casas dos antigos dirigentes, justamente pela falta de um espaço dentro do clube, para que todo esse material fosse recolhido”, relatou o diretor de patrimônio.

No memorial do Sampaio, estão camisas originais usadas pelo time, como na conquista do Brasileirinho de 72, o primeiro título nacional do ‘Mais Querido’. “O zagueiro Neguinho, símbolo do Brasileiro de 1972, por ter batido e convertido os cinco pênaltis, que nos deu o título, doou a bola do jogo para o memorial. Estava guardada com ele desde aquela época. É uma relíquia, que enriquece o nosso memorial”, pontuou Luís Fernando.

Cadilhe não escondeu sua alegria pelo fato de o presidente Sergio Frota ter recebido com satisfação sua sugestão para que a sala de imprensa levasse o nome do radialista Herbert Fontenele, muito identificado com o Sampaio. “Dei a ideia e o presidente aceitou na hora. Fontenele merece, por tudo o que tem feito pelo futebol do Maranhão e por ser um torcedor ilustre do nosso Sampaio”, finalizou Cadilhe.

6 respostas

  1. Sr Luis Fernando Cadilhe e com muito respeito e admiracao a sua pessoa e de nosso presidente que venhoparabeniza-lo pelo belissimo trabalho que estais fazendo no setor de patrimonio do Sampaio Correa, permaneca,pois o Sampaio precisa melhorar e muito o seu CT vejo em voces a nossa maior esperanca.veja tambem o campoi.assim como o conforto dos jogadores e area de lazer para os torcedores sei que tem que ser devagar,pois os recursos sao pouco,mas tenho certeza que com sua grande dedicacao o SAMPAIO enfim tera um grande CT muito obrigado e os meus mais sinceros respeito a sua pessoap

  2. Tudo muito bonito, parabens, Presidente, coloque a sede social do Sampaio para funcionar, seria mais uma renda ao clube, e o quadro de sócio aumentaria com certeza, pense nisso o mais rápido possivel.

  3. só acharia que, deveria funcionar no centro. em parceria com a prefeitura reformar um casarão daqueles e doar ao sampaio. ai se tornaria mais um ponto turistico em são luis. area central seria bem melhor. uma sede social, para nos encontrarmos nas sextas.

  4. Gostaria de parabenizar o maior clube de futebol do brasil pelos seus 91 anos. pois quem ama esse clube sabe da grandeza do sampaio correa, somos torcedores apaixonados, loucas “SAMPAIO É UMA PAIXÃO” TRITURA TUBARAO

  5. Todo estão de parabéns, a nossa Bolívia Querida e os dirigentes que estão realizando um belíssimo trabalho, antes dentro de campo e agora fora, passo fundamental para o crescimento do nosso clube a nível nacional !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *