Tubarão dominante

Sampaio não dá chance ao Moto e se garante na final do primeiro turno

Domingo tem clássico
Ingressos para o clássico já estão à venda (Foto: Ronald Felipe)

O Sampaio Corrêa precisou apenas de 45 minutos para definir o clássico e vencer o Moto Club pelo placar de 2×0. Em partida disputada na noite desta quinta-feira, 26, no Estádio Castelão, a equipe Tricolor superou o rival com gols de Emerson Sousa e Thiago Martins, cobrando pênalti.

O resultado credenciou a Bolívia Querida a disputar a final do primeiro turno do Campeonato Maranhense, domingo, diante do Maranhão Atlético.

O JOGO  

A iniciativa das ações em campo foi do Sampaio, que empurrou o adversário para o campo de defesa até abrir o marcador aos dois minutos. Emerson Sousa mandou a bomba de fora da área e guardou.

Sem diminuir o ritmo, a Bolívia quase amplia com Joécio, que cabeceou com perigo. Adversário tentou empatar com finalização de longe, mas a bola foi para fora.

Em falta frontal, aos 14 minutos, Pará obrigou o goleiro motense a espalmar para escanteio. Na sequência, Matheus Martins mandou um disparo na trave.

Aos 29 minutos, Pará cobrou outra falta perigosa, e a bola passou muito perto. Em jogada de velocidade, Matheus Martins invadiu a área e foi derrubado. O próprio jogador cobrou o pênalti e aumentou o placar.

O time motense voltou mais agressivo na etapa final, tentando reverter a vantagem da Bolívia, mas não conseguia desestabilizar o sistema defensivo Tricolor.

Quando chegava ao ataque, o Sampaio levava perigo. Pimentinha obrigou o goleiro adversário a se virar para defender após um chute forte.

Com o jogo sob controle, a Bolívia administrava as ações em campo, e não permitia que o adversário criasse jogadas mais agudas de taque. Foi assim até o apito final.

O Sampaio Corrêa volta a campo no domingo para decidir o título do primeiro turno do Estadual diante do MAC, às 16h, novamente no Estádio Castelão.

Ficha Tricolor

Luiz Daniel, Yann (Mateus Ludke), Joécio, Allan Godoi e Pará (Vitinho); Emerson Sousa, Nadson (Mauro Silva) e Rafael Vila (Eloir); Matheus Martins (Gabriel Silva), Pimentinha e Vinícius Alves.

5 respostas

  1. Tubarão triturou o papão de manga. O time está evoluindo bem. O Vinícius Alves, precisa ganhar confiança, afinal substituir Gabriel Poveda não é para qualquer um. Domingo vai ser bode ao leite de coco.

  2. Eu como torcedor boliviano entendo que tudo está só começando, é início de temporada e não podemos exigir muito dos jogadores, porém, vai ter jogo que o time terá que se superar pra conseguir o resultado que precisar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *