Sócio UniversoTorcedor

Bicampeão! Bicampeão!

Sampaio vence o Moto mais uma vez e conquista seu 35º título estadual

Bicampeão! Bicampeão!
Sampaio conquistou o bicampeonato estadual (Foto: Andriolli Araújo)

O maior campeão do estado aumentou a sua hegemonia. 35 títulos conquistados e mais um troféu para ornamentar o memorial do Sampaio Corrêa em seu CT.

Na manhã deste domingo, a equipe boliviana venceu o rival Moto Club mais uma vez, pelo placar de 3×1, e conquistou o título no Estádio Castelão. Jogo de superioridade, imposição e domínio absoluto.

O Sampaio Corrêa já entrou em campo campeão. O empate bastava, mas a Bolívia não é time de se acomodar com igualdade, e o regulamento foi esquecido, mesmo após o início atrevido do adversário.

Com a bola nos pés, o Tricolor tomou conta do jogo paulatinamente, e logo ficou claro que o troféu só podia ter um endereço ao Ferreira acertar um chute forte de fora da área. O goleiro pulou apenas por desencargo de consciência. A bola morreu no fundo da rede.

O rival viu o prejuízo aumentar e precisava de dois gols para levar a decisão para os pênaltis. No entanto, o Sampaio não oferecia chances e seguia pressionando o adversário. Ciel foi lançado e o goleiro motense derrubou o atacante Tricolor dentro da área.

O próprio Ciel partiu para cobrar e bateu com fúria, no alto, sem chances. 2×0 para o Bolivão no Castelão.

Mesmo com a grande vantagem, o Sampaio não arrefeceu o ímpeto. Seguia com o controle da situação, sem ser molestado, e podia ter aumentado o placar em outras oportunidades, mas seguiu para o vestiário apenas com os dois gols marcados por Ferreira e Ciel.

Faltavam 45 minutos para confirmar o bicampeonato e levar o 35º troféu do Campeonato Maranhense para o CT José Carlos Macieira. No entanto, o Tricolor continuava ignorando o regulamento e partiu para definir a parada de uma vez.

O adversário até tentou resistir, conseguiu uma sequência de escanteios, mas sem efeito positivo. Por outro lado, o Sampaio quando chegava ao ataque já causava pânico, e Pimentinha desmontou a defesa motense para fazer o terceiro gol.

Em completa desvantagem, o Moto Club ainda descontou, mas era tarde demais, e o título já estava encaminhado. Sampaio campeão. Bicampeão estadual. 35 vezes. 

Ficha dos campeões

Mota, Sávio, Joécio, Victor Oliveira e Erick Daltro; André Luiz (Wesley Smith), Ferreira e Guilherme Teixeira (Eloir); Jajá (Rodrigo Andrade), Pimentinha (Dudu) e Ciel (Jefinho) 

8 respostas

  1. Parabéns pelo novo visual. Achei bem didático, além de super-moderno.
    Abrindo a aba Comissão Técnica, senti a falta daquele que, hoje, representa a lenda viva do nosso Tricolor de Aço. Refiro-me ao nosso grande massagista Joel? O que aconteceu com ele, aposentou-se?

  2. O São Bernardo de São Paulo tem um atacante que joga igual ou melhor que pimentinha, trata-se de Gil joga com a camisa 7, seria interessante Sérgio Frota dá uma pesquisada junto ao São Bernardo/SP.

  3. Legal o novo visual do site…e quero aqui falar da imensa felicidade do Sampaio,, ou seja do time ter partido pra Cima do moto, sem levar a necessidade do regulamento… pena que foi só de três kkkk

  4. Boa tarde a todos!
    A primeira página do site mostrando o Castelão ao fundo ficou fantástica. Excelente! Mas na minha opinião, ainda precisa fazer alguns ajustes, por exemplo. Quando se abre uma página, do lado direito da reportagem, no título MAIS RECENTES, as frases estão ficando com uma parte sobre as fotos. E no topo onde aparece o clube, equipe, noticias, multimídias etc… está aparecendo em duplicidade. Não sei se é mesmo assim. No meu computador está aparecendo dessa forma. Ou será que é problema na minha máquina que já é um pouco sambada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *