Sócio UniversoTorcedor

Para se prevenir contra lesões

Sampaio cria departamento de fisiologia

Irwing Wilker, fisiologista do Sampaio
Irwing Wilker, fisiologista do Sampaio
Irwing Wilker, fisiologista do Sampaio

As 45 lesões ocorridas em 2013 tiraram o sono dos dirigentes, dos membros da comissão técnica e do departamento médico do Sampaio Corrêa. Raras foram as semanas que o fisioterapeuta Marcos Riccelli não teve de trabalhar forte para recuperar jogadores. Nos últimos jogos da Série C do Campeonato Brasileiro, inclusive, o fisioterapeuta teve de viajar com a delegação boliviana para continuar o tratamento de atletas fora de São Luís.

Dentro da filosofia que afirma que o melhor remédio é a prevenção, ou seja, “é melhor prevenir do que remediar”, entre outras providências, para evitar a repetição do problema agora em 2014, com apoio  e parceria com o Hospital São Domingos, o Sampaio criou seu departamento de fisiologia. Para dirigi-lo, foi contratado o fisiologista Irwing Wilker de Freitas Silva, maranhense, formado pela Universidade Federal do Maranhão. Ele já está trabalhando, acompanhando os treinos diariamente fazendo parte da comissão técnica. Além disso, o presidente Sérgio Frota investiu alto na compra de um equipamento de última geração para ajudar na prevenção. “Trata-se de uma máquina top de linha, que somente alguns clubes da Série A possuem em seu departamento de fisiologia. Estamos equipados com o que existe de mais moderno no mercado”, ressaltou Irwing Wilker.

Ao que tudo indica, a criação do departamento de fisiologia começa a apresentar resultados, haja vista que, apesar das irregularidades do campo de treinamento do CT José Carlos Macieira (que está sendo recuperado pela equipe de Hélio de Moraes Rego, com o implante de placas de grama nos lugares mais afetados) e do trabalho forte na pré-temporada, que sempre causa alguns problemas clínicos, até agora, nenhum atleta se queixou sequer dos normais desconfortos musculares.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *