Sócio UniversoTorcedor

É de virada

Everton Dias marca duas vezes e Sampaio vira pra cima do Pinheiro

Everton Dias marcou os dois gols da vitória boliviana (Foto: Lucas Almeida)

O Sampaio Corrêa foi até a cidade de Pinheiro e venceu os donos da casa por 2×1, de virada, em partida disputada na tarde deste sábado, no Estádio Municipal Costa Rodrigues.

O Pinheiro tentou exercer pressão no início da partida, mas o Tricolor marcava sem permitir uma aproximação mais aguda da equipe adversário. No entanto, o time pinheirense quase abre o placar com um chute que explodiu no travessão. 

Aos 37 minutos, o Pinheiro abriu o placar, em um chute de fora da área que desviou na defesa e entrou. A Bolívia foi buscar o empate ainda no primeiro tempo, com Everton Dias, após cobrança de escanteio. O volante Tricolor subiu mais do que a defesa e cabeceou para as redes. 

A etapa final teve o Pinheiro assustando logo no início com um chute por cima do travessão. O Sampaio quase marca novamente com Everton Dias, mas o goleiro do Pinheiro salvou o gol. Aos 16 minutos, Paulo Sérgio foi expulso após desentendimento com o jogador adversário. Os dois tomaram vermelho.

Com 10 jogadores para cada lado em campo, o jogo ficou mais aberto, e o Pinheiro tentou se criar, mas foi o Sampaio que marcou. Jogada de Gustavo Ramos pela direita, que cruzou na área e Everton Dias completou para o gol. Virada boliviana em Pinheiro.

O Sampaio ainda voltou a marcar no fim da partida, com Luan, mas a arbitragem anulou o lance. Não fez diferença, os três pontos já estavam garantidos para a Bolívia Querida.

Ficha Tricolor

Andrey, Kelynton, Paulo Sérgio, Lucão, João Victor; Everton Dias, Capanema (Joãozinho) e Ramon; Luan, Roney (Henrique) e Matheus (Gustavo Ramos).   

17 respostas

  1. Achei preocupante essa estratégia de jogar apenas com jogadores de marcação no meio. Tivemos sorte em sair com empate no primeiro tempo. A saída de 1 dos 3 volantes no segundo tempo com a entrada de um meia fez o time melhorar bastante. Fica o alerta para o jogo da Copa do Brasil nesta quarta. Abdicar do jogo pode nos levar à eliminação.

  2. Vamos pedir para Sérgio Frota doar uma camisa de goleiro mesmo velha do Sampaio, após retirar o emblema boliviano, para o goleiro do morto clube poder jogar.

  3. Todo ano é a mesma coisa, a Federação elabora a tabela do campeonato com o morto clube fazendo mais jogos em casa do que os outros times, considerando que as partidas do São José são realizadas na capital. Neste ano são cinco jogos do morto clube em São Luís contra apenas quatro do Sampaio e do Maranhão. Para o próximo ano as diretorias dos outros clubes precisam ficar atentas para esse tipo de proteção a somente um filiado.

  4. A vitoria é que importa nesse momento meus amigos. Os 3 pontos. Estamos disputando o Campeonato Maranhense… O Estádio que o Sampaio jogou ontem com o time do Pinheiro é uma piada. Não tem a minha condição de segurança. o alambrado que diz proteger não protege coisa alguma, é muito baixo e fraco. O técnico do Sampaio ficou exposto num espaço reduzido, o campo horroroso. Não sei como aprovam o laudo técnico para jogos em Pinheiro. Estádio de várzea. Quanto ao jogo, não se pode cobrar do time jogando com um gramado naquelas condições. Quem acha o Estádio Nhozinho Santos pequeno, o do Pinheiro é minúsculo.

  5. Gostei muito da postura do time jogando fora, jagamos de igual em alguns momentos bem melhor que eles, mais esta um vasio muito grande no ataque do Sampaio. Esse tal numero nove tem que aparecer para fazer gols e chamar a marção, vai aparecer mais o futebol de Luan e Gustavo Ramos.
    Luan e Gustavo Ramos esta parecido com Edgar e Pimentinha, mais falta um bom numero nove estilo Robson p ajudar os caras.
    Vumbora Sampaio….!!!!

  6. Mais um desafio superado. Independente de dificuldade, vencemos e somos líder!

    Sejamos todos sócios do maior do Maranhão!

    2020, ano de grandes jogos!

  7. O pelo resultado beleza. Não entendi porque inciar o jogo com três volantes, não deu outra a pressão total do adversário. Esse Ramon que nunca tinha jogado, pareceu perdido em campo. O que dizer de Paulo Sérgio, capitão ir
    na onda do adversário e ser expulso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *