Sócio UniversoTorcedor

Base da gestão

Presidente destaca suporte oferecido para manter equipe competitiva

Suporte necessário
Presidente Sergio Frota detalha esforços para manter o grupo competitivo (Foto: Ronald Felipe)

O início de temporada para o Sampaio Corrêa reserva batalhas em três frentes, com o Campeonato Maranhense e a Copa do Nordeste em disputa, e em compasso de espera, o confronto diante do Operário-MT pela Copa do Brasil, marcado para o dia 2 de março.

Enquanto o time corre em campo, a diretoria Tricolor se movimenta nos bastidores, com o intuito de oferecer o suporte necessário para manter a equipe competitiva em todas as competições.

O presidente Sergio Frota frisou a necessidade de cumprir todas as obrigações, e, desta forma, mostrar o comprometimento da diretoria para alcançar as metas traçadas: “Trabalhamos sempre para oferecer todas as condições aos jogadores e comissão técnica. Os salários estão em dia, em que pese todos os desafios deste início de temporada, com poucos recursos e muitos compromissos a cumprir. Mas, estamos fazendo a nossa parte, e, quando vejo alguns clubes de maior capacidade financeira do que o Sampaio, já com dois meses de salários atrasados, sinto que estamos no caminho certo naquilo que nos compete”, pontuou.

Sobre o desempenho da equipe em campo, Frota disse que ficou satisfeito com a apresentação do Sampaio diante do Ceará, e acredita em uma evolução gradual no decorrer da temporada: “Enfrentamos uma equipe com um poder de investimento muito superior ao nosso, com mais estrutura e que está na Série A do Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana, mas, mesmo com desfalques importantes, fizemos uma grande apresentação, e poderíamos até ter saído com a vitória. Claro que não me iludo com apenas um jogo, sei que podemos evoluir, e estamos trabalhando, dentro das nossas possibilidades, para fortalecer ainda mais o grupo. Será uma temporada longa, e precisamos ter um elenco encorpado e competitivo para atingirmos os nossos objetivos”, destacou o presidente boliviano.

Por fim, Sergio Frota elencou alguns desafios para formar um grupo forte, e brigar em igualdade de condições com as demais equipes do cenário nacional: “Estamos correndo atrás, conversando com investidores e tentando viabilizar recursos que complementem o nosso planejamento financeiro, porque só desta forma conseguiremos brigar de igual pra igual com os outros clubes, especialmente na Série B. Trabalhamos diariamente para tentar aumentar nossas receitas, já que as rendas dos jogos mal cobrem as despesas e o nosso quadro de sócio torcedor ainda não é o ideal”, declarou o presidente.

De viagem marcada para a Paraíba, Frota irá acompanhar a partida do Sampaio contra o Sousa, e demonstra confiança em poucas palavras: “Jogo difícil, mas temos condições de trazer um bom resultado para casa. Confio no grupo”, finalizou.

22 respostas

  1. Parabéns Presidente! pra coroar essa magnífica gestão, só está faltando a cereja do bolo! Mas com fé e coragem ,provavelmente ,neste ano a coisa fluirá e o êxito virá com a Bolívia na série A.

  2. Presidente,parabéns pela exelente gestão a frente da nossa Bolívia Querida!Acho que para coroar esse bom ciclo a frente do nosso esquadrão e sonhar não é pecado e faz parte do desejo de todos os torcedores ,que é o acesso a série A,e, em especial muito mais o seu.Então, eu gostaria de fazer uma pergunta,o que falta ao nosso Sampaio,aliás e aos outros clubes também do nordeste, como CSA ,CRB,e o Náutico, esses com orçamentos um pouco acima do Sampaio e que vem chegando quase no topo e não sobem.O Sampaio faz excelente campanha também e derrepente começa a oscilar e cai de rendimento, é a falta da cereja do bolo?E se o Sr estivesse as mesmas condições desses outros clubes que eu citei aqui provavelmente já estariamos na série A?

    1. Hoje temos estrutura de Clube de série B, Sebastião. Claro que o orçamento, a disponibilidade financeira para poder contratar atingindo um nível salarial maior é fundamental, não só no futebol mas também em qualquer segmento. O Sampaio é hoje em dia um ponto fora da curva no nosso estado. Veja as nossas rendas, nossos números de sócio-torcedores e de venda de camisas, nosso número no pay-per-view. Temos tentado de todas as forças aumentar nosso orçamento anual. Se nós tivéssemos números do Remo, Paysandu, Fortaleza, Ceará, etc te garanto que já estaríamos na série A há muito tempo. Abs

  3. Para bom entendedor 1/2 palavra basta…. O presidente foi bem claro em sua exposição de motivos. Concordo perfeitamente quando o Sr. Diz: ” Claro que não me iludo com apenas um jogo, sei que podemos evoluir”. Esse é também o meu pensamento. Outro ponto ressaltado foi as dificuldades financeiras… E todos apoiam aqui com palavras, mas, será que, os que comentam são sócio torcedor? Vão ao castelão apoiar o time? (óbvio que me refiro aos torcedores que moram em São Luís!) De onde tirar dinheiro para honrar tantos compromissos? Esse é o eterno dilema do futebol maranhense, que poderia ser atenuado com o apoio do torcedor no estádios, marcando presença com bom público nos jogos, e isso, há vários anos não vem acontecendo, mesmo quando o Sampaio está bem nas competições. Eu só cético quando o tema é série A, justamente por esse motivo e outros. Por isso eu concordo com os comentários do Sr. Rossini. quando ele chama o torcedor boliviano de “gatos pingados”. É triste voce ver 9.600 torcedores no Castelão pra ver Botafogo X Vasco, e no jogo do Náutico não da Mil pagantes! Isso desestimula, e deve ser o sentimento do Presidente do Sampaio, por saber que não pode contar com a torcida.

  4. Eu sei que ninguém insubstituível, mas me preocupa o dia q Sergio Frota deixar o Sampaio. Presidente, seu trabalho merece reconhecimento pois o futebol maranhense é digno de pena e nós temos um time na Série B, q tem o respeito de todos lá fora. Uma pena essa realidade não se repita aqui. Continue firme e conte com o apoio dos bolivianos de verdade.

    1. Essa história gloriosa da Bolívia Querida foi escrita por muitas mãos, Ezequiel.
      Eu passarei , nós todos passaremos e o Sampaio Corrêa continuará brilhando nesses gramados do Brasil e por que não fora do nosso país. Agradeço seu apoio e, acredite, tenho um orgulho imenso de comandar essa nossa paixão. Forte abraço

  5. Presidente, seu trabalho é reconhecido por quem é tricolor de verdade. Sigo acreditando em uma temporada muito vitoriosa para a nossa Bolívia Querida. Estamos juntos

    1. Sócio falanado, só falta ter mais cuidado na hora de contratar. Observar com carinho alguns jogadores que estão participando do campeonato maranhense, principalmente jogadores do São José e IAPE. Dar oportunidade e esquecer as mágoas. Coração com mágoas faz mal pra saúde e não há prosperidade.

    2. E eu agradeço muito àqueles que acreditam na nossa gestão, Lucas. Sei como recebemos o Sampaio tanto em termos de estrutura física e organizacional, como também com um grande passivo e sem credibilidade nenhuma.

      1. Valeu presidente. Meu pai está mandando um abraço pra vc, é o Seu Carlos Dionísio, 76 anos, não vai mais no estádio, mas não perde um jogo da Bolívia no radinho dele. Hoje a vitória é nossa.

    3. Estamos trabalhando muito para que tenhamos uma temporada vitoriosa, Lucas. Claro que o time não está pronto, mas com o decorrer dos jogos irar adquirir conjunto e ter um maior equilíbrio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.