Sócio UniversoTorcedor

Reconstruir

Sampaio entra em campo para vencer e iniciar reconstrução

Sampaio entra em campo para enfrentar o Londrina no Castelão (Foto: Divulgação)

A jornada Tricolor na Série B chegou ao fim na rodada passada. Final muito distante do que todos vislumbravam para este ano de 2016. Mas o futebol é imprevisível, e, nem sempre, corresponde às expectativas. É um fato.

Restam três jogos a cumprir. O Sampaio entra em campo às 16h30 para encarar o Londrina, e não pretende ir ao Castelão somente a passeio. A ideia de vencer diante da sua torcida é a razão maior para mostrar o brio e honra de quem enverga o manto sagrado boliviano.

Sampaio entra em campo para enfrentar o Londrina no Castelão (Foto: Divulgação)
Sampaio entra em campo para enfrentar o Londrina no Castelão (Foto: Divulgação)

É compreensível que a motivação ocupe níveis rasteiros a esta altura do campeonato. Afinal, a torcida Tricolor não está acostumada a transitar por vias lamacentas, mas, às vezes, é preciso pegar um impulso para subir de novo. A caminhada começa desde já.

Não é hora de buscar culpados, nem caçar bruxas. É preciso unir forças para ajudar na reconstrução de uma ponte que está apenas avariada. Logo, ela se tornará sólida novamente, e levará ao caminho que unicamente o Sampaio Corrêa sabe trilhar: às glórias.

13 respostas

  1. A única esperança que o torcedor do Sampaio Correa pode ter depois desse rebaixamento, é que em 2017, tudo seja o oposto desse ano catastrófico do Sampaio. Essa derrota po 3 x1 para o londrina, foi absolutamente normal, levando-se em consideração a desmotivação da equipe, e sobretudo, a diferença técnica das duas equipes.

  2. A cróstico, hoje, meio que baqueado.
    C ontudo, resta-nos uma pontinha de
    O rgulho por torcer,
    R ealmente, por uma importante e
    D as mais tradicionais agremiações:
    A nossa querida e muito amada

    B olívia Maranhense. Claro, sabemos que
    O ra arrebentamos, no alto das competições, e
    L amentavelmente, num outro momento,
    I nexoravelmente, temos de lamentar derrotas.
    V amos sair dessa, é uma realidade, mas
    I sso só ocorrerá com a inegável
    A juda de todos, do mais simples torcedor ao Presidente.
    >>>QUE TAL UMA VITÓRIA JÁ PENSANDO EM 2017??<<<
    * mais uma, na quebrada da onda, mas ainda a 1250km/h!!
    ismar!!!
    c/c ao SUPER FROTÃO!!!

  3. Vamos lá minha Bolívia.Daqui a pouco já estarei concentrado para essa partida.E o sentimento é o mesmo de todas que ficaram para trás,vamos fazer tudo para vencer.A partir de agora o nosso lema é:
    Deixar a lanterna.

  4. Uma ponte é uma estrutura de alto custo de construção, reparo e recuperação e que carece de manutenção preventiva durante as competições, digo, durante a utilização… Do contrário pode causar grandes transtornos e um custo considerável para a administração e torcida, digo, povo – um prejuízo financeiro e emocional/afetivo , ex. tristeza)… Mas, concordo que não é hora de olhar para trás, embora deva se tirar aprendizado das deformações e corrigi-las… Sim, devemos continuar unidos para retomarmos à ponte segura e confiável que permitirá o acesso de retorno à série B… Sempre Sampaio!….

  5. PELO menos o Escriba, aí do texto, comunga do mesmo pensamento: “DERROTISMO, JAMAIS”!!!
    UM BOM DIA, E…………….VAMOS Q VAMOS POVO BOLIVIANO!!!
    ismar!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *