Noite adversa

Em revés no Castelão, Sampaio batalha, desperdiça chances e tem pênalti não marcado

Noite adversa
Sampaio e Sport se enfrentaram na noite deste domingo, no Castelão (Foto: Ronald Felipe)

Em confronto disputado na noite deste domingo, 23, no Estádio Castelão, o Sampaio Corrêa perdeu para o Sport por 2×1.

O time visitante abriu o marcador aos 11 minutos, em chute cruzado. A Bolívia partiu para cima e pressionou até empatar aos 23, após passe de Pimentinha para conclusão de Ytalo.

Com mais volume de jogo, o Sampaio esteve perto de virar o placar em duas oportunidades. Na primeira, Ytalo bateu de puxeta e o goleiro defendeu em escanteio. Na segunda. Marcinho cruzou e Robinho cabeceou com perigo para nova intervenção do camisa 1 do Sport.

Na etapa final, o Sampaio manteve o ritmo, e em jogada de velocidade pelo lado direito, Pimentinha foi raspado dentro da área, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. O VAR, também, não sugeriu revisão do lance, e na sequência o adversário conseguiu marcar o segundo gol.

A equipe Tricolor ainda batalhou pelo empate e Gabriel Furtado acertou o travessão com uma forte cabeçada. Em outra oportunidade, o zagueiro Tricolor cabeceou com muito perigo.

Apesar da insistência, a Bolívia não conseguiu igualar o confronto no Castelão.

O Sampaio Corrêa abre o returno no próximo sábado, dia 29, às 18h00, em duelo contra o Atlético Goianiense, no Estádio Antônio Accioly.

Ficha Tricolor

Luiz Daniel, Mateus Pivô, Fábio Aguiar, Gabriel Furtado e Vitinho (Alyson); Mikael (Henrique), Ferreira (Emerson Carioca), Robinho e Marcinho (Neto Paraíba); Pimentinha (Vinícius Alves) e Ytalo.

8 respostas

  1. Revés no Castelão, Revés na Ressacada, Revés, revés, revés… não tem que aguente desse jeito… O próximo revés vai ser onde? Em Goiânia? É simplesmente desanimador. E não adianta colocar culpa no técnico… certo que o VAR errou nesse jogo, não em todos os jogos que foram até o momento disputados… Se o Sampaio tivesse um time tecinicamente melhor que o elenco atual, teria buscado o resultado, não só nesse jogos, mas em outros que disputou… o Castelão está se tornando campo neutro, todo time que vem aqui bota banca…. ou empata ou vence.

  2. Comissão e elenco tem que manter o foco, Sampaio tem que treinar pelo menos uma vez antes das partidas no Castelão, os times de fora tem treinado no Castelão mais do que o próprio Sampaio e estão se dando bem, faz diferença mesmo, ajuda os jogadores conhecer o lado mais curto do gol.
    Vumbora Sampaio! Primeiro turno foi horrível mais já passou, vamos melhorar com os novos reforços e subir cada vez mais na tabela

  3. Na minha opinião, independentemente de pênalty, o Sampaio fez uma boa partida, a derrota foi consequência de jogo e não de superioridade técnica do Sport, nós precisamos parar com isso de fazer comparações com a campanha da ano passado. Temos que focar no time de hoje, e acho que as vitórias vai começar a acontecer, temos que lembrar que estamos ainda num processo de desmonte do time que não deu certo, isso acontece, principalmente quando as escolhas decepcionaram, porém, não é hora de trocar a comissão técnica, isso jamais o professor precisa de tranquilidade pra encontrar melhores alternativas de jogo.
    Ontem, o comentário na Band foi que o resultado que melhor representava o jogo seria o empate.
    Agora é focar no Atlético GO, temos condições de recuperar esses pontos em Goiânia, eu acredito sinceramente, que vamos trazer de lá uma boa vitória.
    #VumboraSampaio!

  4. Espero empenho total de todos que fazem o Sampaio, em especial dos jogadores, na mudança de postura, para permanecer o clube na Série-B, dando o sangue em busca dos 45 pontos, coisa que ainda não conseguimos nem a metade.

  5. Primeiro turno se foi e o Sampaio continua sem vencer, principalmente dentro de casa, coisa que até ano passado era a coisa mais normal nessa mesma Série-B. O que resta agora, é reverter esse quadro, e no tuno da volta consiga ganhar os jogos suficientes pra pelo menos permanecer entre os vinte que disputarão a Série-B em 2024, já tá de bom tamanho, por tudo o que vem acontecendo de ruim nesse ano do centenário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *