Sócio UniversoTorcedor

Foco na retomada

Tricolor encara mais um dia de treinamento de olho no Imperatriz

Treino no CT (Foto: Lucas Almeida)

Sem parar, em ritmo forte e contando as horas para a retomada das competições, o Sampaio Corrêa deu prosseguimento aos treinamentos nesta terça-feira, 28, com uma atividade realizada na parte da tarde no CT José Carlos Macieira.

Com a ansiedade para entrar em campo estampada nas feições, os jogadores têm utilizado a palavra dedicação como fator de ordem principal durante os dias de treinos intensos.

Sob o comando do técnico Léo Condé, o grupo Tricolor tem intensificado as movimentações táticas, absorvendo a filosofia de jogo do treinador, passo a passo, visando reiniciar o Campeonato Maranhense com uma boa apresentação.

Atacante Thiago Santos garante equipe concentrada para buscar os três pontos em Imperatriz (Foto: Lucas Almeida)

“A hora vai chegando e a gente começa a se empolgar cada vez mais. Todos sabemos da importância de fazer um bom jogo lá em Imperatriz para encaminhar a classificação. Então, vamos aproveitar bastante esses últimos dias de treinamento para chegar forte lá no sábado e tentar trazer os três pontos”, ressaltou o atacante Thiago Santos.

Os trabalhos prosseguem nesta quarta-feira, com nova movimentação no CT, a partir das 16h00. Contagem regressiva para a bola voltar a rolar.    

9 respostas

  1. dificilmente um torcedor do samaio na semana nao gasta 50 reais com churasco e cerveja orque nao doar alguma quantia ara a bolivia querida vale gente vamos ajudar nao e muito vai ajudar bastante

  2. Presidente da uma olhada no jogador Felipe de Jesus que jogou pelo campeonato goiano na equipe do Iporá atacante canhoto muito habilidoso bom jogador!!

  3. O Sampaio não é time pra temer time nenhum, muito menos o Imperatriz, que é um time sem nenhuma tradição, coisas que o Sampaio tem demais, então, é chegar em campo e mostrar sua força ganhando o jogo e partindo com os três pontos de lá.

    1. Respeito é bom e todo mundo o merece. O Imperatriz é, sim, um time de história, de conquistas e de tradição. Se você analisar, foi campeão em finais contra Moto e Sampaio. Sou boliviano, mas reconheço que discursos como o seu são utilizados no vestiário, durante a preleção. Todos nós, maranhenses, reclamamos da forma como nossos times são tratados no cenário nacional. Não devemos ter preconceito interno. Pense nisso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *