Tuba Chip

Fazer a diferença

Sampaio quer casa cheia contra o Vera Cruz Campinas neste domingo

Guerreiras bolivianas querem apoio maciço da torcida (Foto: Paulo e Tarso Jr.)

Casa cheia. É desta maneira que o Ginásio Castelinho deverá estar neste domingo (27) para o Jogo 3 da grande final da Liga de Basquete Feminino – temporada 2018 (LBF CAIXA) entre Sampaio Basquete e Vera Cruz Campinas. A série melhor de cinco está empatada em 1 a 1, e quem vencer o próximo duelo dará um passo bastante importante para sagra-se campeão nacional. Neste domingo, a bola sobe às 15h. Os ingressos para este jogo devem ser trocados por 1 kg de alimento não perecível nas bilheterias do Castelinho.

Guerreiras bolivianas querem apoio maciço da torcida (Foto: Paulo e Tarso Jr.)

Para a partida deste domingo, o Sampaio Basquete chega com muita motivação, principalmente após ter conseguido vencer um dos dois jogos realizados fora de casa nessa série final e ter quebrado a invencibilidade do time paulista na competição nacional. Com o triunfo no Jogo 1, o time tricolor precisa fazer valer o mando de quadra nas próximas duas partidas para conquistar seu segundo título da LBF CAIXA.

Com expectativa de casa cheia, a diretoria do Sampaio Basquete disponibilizou 6 mil ingressos para o torcedor tricolor. Para o técnico do time maranhense, Virgil Lopez, a força vinda das arquibancadas será fundamental para que o Sampaio possa abrir 2 a 1 na série e ficar a uma vitória para ser campeão.

“É muito importante o torcedor apoiar a gente, apoiar as meninas porque isso realmente faz a diferença. Precisamos do apoio do torcedor para poder ganhar o jogo de domingo”, disse Virgil.

Para a ala Vitória Marcelino, o momento é ajustar os erros cometidos na derrota para o Vera Cruz Campinas. “Temos que ajustar o que a gente errou. Temos que acertar alguns ataques como a gente vem trabalhando e ajustar a defesa para este jogo”, disse a jogora do Sampaio Basquete.

Destaque do Sampaio Basquete na temporada, a armadora Briahanna Jackson segue na mesma linha e quer que o time aproveite melhor as ações ofensivas. “Tivemos muitos erros no primeiro tempo. Para o próximo jogo, precisamos minimizá-los, pois não perdemos no último lance. Seguramos bem a pressão, mas precisamos ser mais pacientes no ataque”, analisou Jackson.

10 respostas

  1. Tubarões, cadê vcs? Cadê a convocação da torcida organizada? Gente, mesmo com a greve, vamos fazer um esforço. Convoque nos o povo do Barreto, Radional, Filipinho, João Paulo, Jordoa, Vila Palmeira, vocês.podem ir a pé…..é chegar, fazer pressão total!

  2. Estas meninas guerreiras e determinadas merecem casa cheia! Eu acredito no título do basquete! SEMPRE SAMPAIO CORRÊA BASQUETEBOL CLUBE!!!!!!!

  3. Nós somos Sampaio,
    Tetra campeão Brasileiro,
    Nada mais intereça,
    Nós queremos o penta!!!
    Hôôôôô…………!!!!!!!!!!!

  4. Nos jogos do Sampaio Basquete o time, a cada jogo, vem fazendo a diferença em sua maneira de jogar, o que fez com que essa equipe chegasse as finais do torneio. Agora é a nossa vez de encher o Castelinho e mandar energias positivas para as meninas, porque elas merecem. Assim como no futebol, nós torcemos por dias melhores, temos que valorizar também o basquete que vem só embelezando o cenário maranhense no basquete feminino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *