Sócio UniversoTorcedor

Serenidade e confiança

Rodrigo Ramos demonstra confiança na reta final

Rodrigo Ramos mostra confiança na reta final

 

Entre tantas qualidades que possui o goleiro Rodrigo Ramos, uma de suas principais é a sinceridade, que vem seguido de um otimismo sempre presente em seu semblante e em suas palavras.

Rodrigo Ramos mostra confiança na reta final
Rodrigo Ramos mostra confiança na reta final

Faltando quatro rodadas para o fim do campeonato, Rodrigo fala em terminar a Série B de forma digna, mas não esconde um fio de esperança pulsando lá no fundo do seu coração: “Fizemos um campeonato muito bom. Essas três últimas derrotas não condizem com a nossa campanha. Teremos quatro jogos muito difíceis pela frente, mas nosso pensamento é fazer o maior número de pontos possíveis. As chances de acesso são bem remotas, é verdade, mas eu, particularmente, enquanto a matemática me permitir sonhar, vou acreditar”.

O Paredão sabe das dificuldades, não pretende causar falsas ilusões, mas se ampara na mística futebolística para fortalecer sua esperança: “O futebol é surpreendente. Já vimos coisas impossíveis acontecerem, como, por exemplo, o Fluminense escapar de um rebaixamento quase sacramentado. Então, eu não desisto. Mas tudo passa, primeiramente, desse jogo contra o Boa. Nós precisamos muito dessa vitória”.

Rodrigo Ramos entende a pressão da torcida, mas espera o torcedor ao lado do time até o fim: “É uma responsabilidade imensa defender um time grande como o Sampaio. Entendemos às críticas, mas esperamos que o nosso torcedor nos acompanhe até o fim e possamos manter a nossa bela média de público. Vamos honrar essa camisa e jogar com toda a motivação possível até os últimos minutos da Série B”, afirmou o Paredão, num misto de serenidade e confiança.

29 respostas

  1. Torcedores confiantes e otimistas,estou com voces nos comentarios que voces fazem.Esse e o momento de nos unirmos mais e mais em prol do Sampaio,comparecendo em massa nos jogos em casa e se possivel nos jogos fora.A campanha do Sampaio pra quem depois de 12 anos fora da Serie-B,faz uma campanha que nao deixa nada a desejar a time nenhum,deixando times de tradição para tras ou ate mesmo na zona de rebaixamento.Em resumo,o Sampaio merece aplausos da sua imensa torcida, receita para terminar o ano bem,e começar o proximo ano melhor ainda.

  2. Lendo aqui alguns comentários de frequentadores do site que se auto intitulam “torcedores fieis” que se acham mais “bolivianos fanáticos” que os que eles pejorativamente chamam de “TORCEDORES MODINHA”, parece que esses “torcedores fieis” tem saudades dos jogos com menos de 1.000 pessoas que acontecia no “Nhozinho Santos” até um tempo atras. Já falei aqui varias vezes que o maior patrimonio de um clube é sua torcida e todos desejam aumentar sistematicamente suas torcidas, é gratificante ver hoje no castelão os “modinhas” (mulheres, crianças, adolescentes) vestindo o manto sagrado tricolor a renovação da torcida. Ruas avenidas em todo o Estado onde só se via camisas de clubes do sul do Pais ou do exterior pessoas de todas as classes e faixas etarias vestindo orgulhosamente o manto tricolor. Quero 1 MILHAO DE MODINHAS, serão eles que darão visibilidade ao Clube, geraram receitas financeiras e possibilitaram investimento para fazer o SAMPAIO cada vez mais competitivo, esta na Serie A de forma sustentável, participar do torneios internacionais e ser sempre CAMPEAO. Aos que falam aqui no site “modinhas não precisamos de vocês” eu falo “MIOPES PROCUREM ENXERGAR MAIS LONGE. Para deixar os “Torcedores Fieis” mais informados vejam o resultados do que o Cruzeiro; Atletico Mineiro e Corinthians fazem para aumentar torcida e faturamento.

    “Corinthians elitiza torcida e não se arrepende. Clube nunca faturou tanto”

    Esqueça a imagem do corintiano surrado que juntava uns trocados na porta do estádio para ver o jogo na arquibancada. O padrão elevou e o “maloqueiro sofredor” tem de se contentar em ver na TV o Corinthians jogar. A final da Libertadores contra o Boca Juniors, no Pacaembu, em 2012, materializou o que a diretoria alvinegra imaginava: a de que podia encher estádio com os preços nas alturas.

    Em seus três primeiros jogos mandando no Itaquerão, a equipe paulista conseguiu rendas fantásticas para o padrão brasileiro, sempre acima de R$ 2,5 milhões por jogo. As rendas obtidas no novo estádio estão entre as mais altas da história do clube.

    No jogo de estreia do estádio em Itaquera, Corinthians 0 x 1 Figueirense teve R$ 3 milhões de renda para pouco mais de 36 mil espectadores. No jogo seguinte do Corinthians na luxuosa arena, empate contra o Botafogo, os valores atingiram R$ 2,6 milhões (37.119 torcedores).

    Ou seja: somados os valores oriundos da venda de ingresso dos três jogos do Corinthians dentro do novo estádio, a arrecadação é de R$ 8,1 milhões.

    Para se ter uma ideia do que essas cifras representam financeiramente neste Brasileirão, o clássico Santos 2 x 0 Palmeiras, disputado quinta-feira (17), na Vila Belmiro, arrecadou R$ 205 mil com venda de ingressos, 10 vezes menos do que Corinthians 2 x 1 Inter (R$ 2,5 milhões), jogo disputado na Zona Leste no mesmo horário da partida na Baixada Santista.

    O jogo Flamengo 1 x 2 Atlético-PR, em Macaé, teve arrecadação de R$ 153 mil.

    A diretoria do Corinthians entende que as rendas polpudas apresentadas nos jogos no Itaquerão não sofrerão queda depois que o estádio deixar de ser novidade para os torcedores. Ao contrário.

    A grande procura por novas adesões ao Fiel Torcedor (programa do clube que dá prioridade na compra de ingressos) é o principal indicativo da cúpula alvinegra de que a elitização da torcida será mantida. Além disso, o estádio comporta mais torcedores/clientes (48 mil, contra 35 mil do Pacaembu).

    1. Meu caro concordo com vc que o Sampaio precisa dos modinhas,que virem socios que compre produtos oficiais que lotem o estadio mas o meu apelo e que nao abandonem o time na primeira dificuldade isso que e chato,por isso sao denominados de modinhas ou coxinhas nao sabem ter amor ao clube, so estao acompanhando o Sampaio agora por causa dos 2 acessos concecutivos.Veja nossa media de publico caiu muito e verdade que o time caiu de produção mas isso nao e motivo pra nao ir mais ao estadio e apoiar o nosso clube,sei que ta difícil de subir mas ainda existe chance e pra quem estava no fundo do poço amargando a 4 divisão e hoje esta na segunda e um grande salto se o acesso nao vier esse ano e so trabalhar melhor em 2015 que por sinal será um ano cheio,AVANTE BOLIVIA…

  3. Pode até ser besteira mas qual é o percentual que o Sampaio tem de direito com a venda de seus jogadores ?
    Por que não ficamos com somente 2 goleiros ( paredão e Gotte ) ?
    Vamos aproveitar a base e rever os planos dos outros times que subiram da zona de rebaixamento e hoje estão em uma boa situação.
    Dispensar os que mais deram despesas, os que menos produziram e que ficaram por muito tempo no dm.
    Mas se estes estão impossibilitados de serem negociados então estes têm que se conscientizarem que devem jogar bem e quando for a hora de ter a deliberação da justiça para a venda então será analisar as estatísticas que devem ser feitas para cada um em toda partida.
    As minhas observações para uma melhora do nosso time está em outros comentários.
    Desejo que tenham fé e orem em conjunto com muita certeza de já terem alcançados seus objetivos.

  4. Torcedor, perder, empatar e ganhar faz parte do futebol, por essas razões que é apaixonante. Vamos deixar de ser pessimista e compareçam ao Castelão no dia do jogo Sampaio Correa x Boa Esporte. Esse é o momento que o presidente Sergio Frota mais espera de nós torcedores. Há necessidade do pagamento dos jogadores e sem sua presença ficará mais difícil. Se vc quer um Sampaio Correa mais forte para 2015 essa é a hora de vc dizer sim e comparecer ao Castelão neste sábado. Eu ainda acredito, mas se não der para subir vamos nos conformar com a permanência na série B. Vamos nos estruturar para 2015 e ai sim pensar em voos mais altos. Lembrem-se que são duas subidas em dois anos. São poucos os times que conseguem chegar onde já chegamos. Um abraço a todos.

  5. valeu, guilherme plo os seus elogios! agora é arregaçar as mangas e empurrar o nosso time nesses ultimos jogos que iremos fazer. peço encarecidamente a todos os verdadeiros bolivianos para marcar presença neste sabado para mais um duelo diante do boa! ” VAMOS VENCER PAIÕÕÕÔÔÔÔÔÔÔ!

  6. como já disse lugar de malas é na rodoviaria dispachem quanto antes melhor, reformular é melhor saida, qualidade é palavra de qualquer empresa q quer se destacar, é o caso samapio se quiser se destacar se ,livra de malas, pos ai ta cheio; marreta neles

  7. É Rodrigo, o Sampaio teve inumeras chances de chegar e não aproveitou, so resta agora o time, com muita RAÇA, tentar vencer essas 4 partidas pra ver o que acontece…

  8. Como um BOM PLANEJAMENTO FAZ A DIFERENÇA.

    “Para entender os segredos que levaram o Boa Esporte a brigar pelo acesso em 2014, é preciso olhar para este passado recente. Neste ano, a diretoria apostou no mesmo planejamento de 2011. Ciente de que não conseguira atrair tantos jogadores de renome como outros times da divisão, preferiu manter os salários pagos em dia e ganhou a confiança de seus jogadores.

    A APOSTA EM NEDO XAVIER

    Depois de ter Ney da Matta no comando durante o Campeonato Mineiro, a diretoria do Boa Esporte voltou a pensar na disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. Trouxe de volta o experiente Nedo Xavier, responsável pelo acesso em 2010 e que já conhece o clube como ninguém.

    Muitos dos jogadores do atual elenco, já tinham trabalhado com Nedo Xavier no ano passado. Além disso, o treinador sabia que teria o respaldo do torcedor e de todos os moradores de Varginha, que sempre viram no técnico um verdadeiro representante das boas campanhas do Boa Esporte.

    MANUTENÇÃO NA ADVERSIDADE

    No Brasil é muito comum um técnico ser demitido quando os resultados não aparecem. Até a décima rodada, o Boa Esporte de Nedo Xavier tinha apenas duas vitórias, dois empates e seis derrotas. Os pouquíssimos oito pontos deixavam o clube na penúltima posição da Série B,na frente apenas do Vila Nova, com dois pontos naquele momento.
    A parada para a Copa do Mundo fez com que diversos times apostassem em um novo técnico, que teria mais de um mês para comandar o time em uma espécie de nova “pré-temporada”. O Boa Esporte fez diferente. Continuou acreditando no trabalho de Nedo Xavier, sabendo que ele era o técnico certo para gerir o time rumo aos objetivos.
    FÉ NO ACESSO
    Mesmo com o time dentro da zona de rebaixamento, o discurso de dirigentes, jogadores e comissão técnica se manteve focado no acesso. O clube mineiro em momento algum deixou de acreditar que pudesse chegar ao G4, ainda que os resultados em números mostrassem o contrário.

    ADEUS AOS “MEDALHÕES”

    NOS últimos anos, o Boa Esporte fez apostas em verdadeiros “medalhões” do futebol brasileiro. Os mais conhecidos foram o zagueiro Alex Silva, ex-São Paulo e Flamengo e o meia-atacante Marcelinho Paraíba, ex-São Paulo e Grêmio.
    Por mais que os dois jogadores tivessem bons momentos com a camisa do Boa Esporte, despendiam uma grande verba para pagamentos de salários e acabavam desfalcam o time em diversos jogos devido a lesões. Com a parada para a Copa do Mundo, a diretoria, juntamente com o técnico Nedo Xavier, repensaram o planejamento e se despediram destes jogadores mais experientes. O atacante Fábio Júnior, ex-Cruzeiro, foi o último a ser encostado.

    CHEGADA DE DESTAQUES

    Ao mesmo tempo que os “medalhões” foram saindo, destaques foram chegando. O maior exemplo disso é o meia Tomas. Com apenas 22 anos, o jogador foi contratado junto ao J Malucelli com a Série B ja em andamento e se tornou o principal jogador do elenco. Mesmo atuando no meio-campo, ele já balançou as redes 12 vezes na competição e se tornou o principal artilheiro do time.
    Além e Tomas, outros jogadores que estavam esquecidos por outros clubes passaram a brilhar com a camisa do Boa Esporte, casos do meia Clébson, do lateral-direito Tinga e do volante Vinícius Hess.

    AINDA NÃO ACABOU

    Para conseguir o aceso inédito para a elite do Campeonato Brasileiro, o Boa Esporte depende apenas de si, mas tem um caminho espinhoso pela frente. O time ainda faz quatro jogos, contra Sampaio Corrêa (fora de casa), Joinville (em Varginha), Oeste (em Varginha) e Icasa (fora de casa).
    Destes quatro jogos, três serão contra times que lutam pelo título ou contra o rebaixamento. O boa Esporte está há dois jogos sem perder”.

  9. nada melhor msmo com 1% de chance de classificação honrrar a camisa da bolivia querida. quero parabenizar a todos os atletas pla a excelente campanha e que este ano sirva de aprendizagem para que o ano que vem nós possamos nos preparar ainda mais e que não pecamos nas contratações como foi este ano. ” abraço a toda nação boliviana! “

  10. Assim é que se fala muita confiança, segurança e muito otimismo é desse jogador que o Sampaio precisa para 2015, fizemos uma boa campanha este ano, erramos mais que fique para aprendizado somos Sampaio Correia.

  11. Nosso paredão é bom de latinha, quando aposentar com certeza será comentarista de uma das redes fechadas de TV, seu discurso é bonito desde o começo da competição, mas que na pratica amigo boliviano não acontece,como as entrevistas após os jogos no próximo vamos nos reabilitar, vamos corrigir os erros de tomar gols de bola parada e os empates acontecendo e hoje nos faz muita falta aqueles pontos do jogo do vasco em Teresina,Avaí aqui em São Luís, do pênalti perdido pelo Eloir no jogo contra o América Mineiro,Portuguesa e nauútico isso só que lembramos agora,não digo que faltou empenho, mas fomos displicentes em alguns jogos, muitas falhas da defesa e do próprio goleiro que veio se redimir na últimas partidas, mesmo assim falhou contra a Ponte, agora os noticias esportivo dão conta da volta de valbe pelo amor de Deus Vinicius vc é inteligente, diz que acompanhou todos os jogos do Sampaio, então amigo vc viu que a produção desse jogador
    nos jogos que participou foi pife e isso ele estando em forma, imagina agora ele voltando de contusão sem ritmo de jogo como eles costumam dizer, por isso treinador a torcida boliviana agradece a não escalação de Valber, pois será uma substituição queimada.

    1. Pensei que só eu achava esse tal de Rodrigo Ramos bom de discurso, tá bom de ser politico também, parece um disco arranhado sempre o mesmo discurso de motivação, mas quando chega nas partidas não se reflete inclusive o Sampaio honrar a camisa e ganhe no mínimo essas duas partidas em casa com vitórias convincentes e não perder pro Santa Bosta!
      Cheeega de discurso furado.
      Não é mole não tem que ter raça pra jogar no tubarão (8

  12. TEM TORCEDOR FALANDO EM HORÁRIO RUIM PARA O JOGO CONTRA O BOA, PELO AMOR DE DEUS!!!! TORCEDOR QUE É TORCEDOR VAI QUALQUER DIA, QUALQUER HORA. VAMOS AJUDAR NOSSO PRESIDENTE QUE ESTÁ FAZENDO “DAS TRIPAS CORAÇÃO” PRÁ MANTER ESSE TIME, RENDA SENDO PENHORADA, NÃO PODE NEM VENDER JOGADOR QUE A JUSTIÇA TÁ DE OLHO PRÁ SEGURAR A GRANA, E TORCEDOR VEM FALAR DE HORÁRIO DE JOGO. ESSA É A HORA PRÁ SABER QUEM É TORCEDOR.

    1. Amigo eu vou lá por que vou em todos, agora é o seguinte tu vim me dizer que o horário é bom tá brincando né brother? Se não fosse horário de verão sabe qual horário seria? 21:00 h pra sair do castelão 23:00 h é complicado, por que não um jogo a tarde? 16:00 h? Pare para pensar e não venha criticar quem está falando a verdade.

  13. Foi sempre assim, a cada revez fulano ou Sicrano demonstra confiança no próximo jogo, e ai vem o próximo, e é esse mesmo bla bla bla de sempre.

    1. É VERDADE meu caro colega, concordo com você
      Esse CD não sei como ainda não furou, mas está ralado com certeza.
      Muitos discursos motivadores e pouca atitude.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *