Sócio UniversoTorcedor

Sampaio goleia o Cordino

Mesmo sem ser brilhante, Tubarão tritura a Onça e se reabilita no segundo turno do Estadual

Eloir (8) é abraçado pelos companheiros
Eloir (8) é abraçado pelos companheiros
Eloir (8) é abraçado pelos companheiros

O Sampaio Corrêa goleou o Cordino por 3 x 0, na noite desta quinta-feira, no Estádio Castelão, e se reabilitou no segundo turno do Campeonato Maranhense. O Tubarão não foi brilhante, mas jogou o suficiente para triturar a Onça e conquistar os três pontos.

O Sampaio teve dificuldades nos primeiros 35 minutos da partida. Aos poucos, foi crescendo no jogo e encontrou o caminho do gol aos 37 minutos, com Eloir, que completou uma assistência do zagueiro Mimica, depois da cobrança de escanteio feita por Tote.

Seis minutos depois, aos 43 do primeiro tempo, Wellington Indinho, que havia entrado no lugar de Gelvane, substituído por contusão no tornozelo direito, acertou um lindo chute de fora da área, no ângulo do goleiro Manoel. Um golaço, que rendeu ao lateral o título de destaque do jogo, em escolha feita pela imprensa esportiva.

No segundo tempo, o Sampaio criou algumas chances, como no chute do atacante Edgar, que explodiu no poste direito. O Cordino tentou pressionar, mas foi o Sampaio que acabou marcando o terceiro, através do atacante Bruno Chocolate. Ele havia entrado no lugar de Edgar. Chocolate recebeu livre, passou pelo goleiro para assinalar 3 x 0 e fechar a goleada.

A baixa do jogo foi o lateral esquerdo Gelvane, que sofreu entrada violenta da marcação contrária e torceu o tornozelo direito. O Sampaio ainda teve o atacante William Paulista expulso de campo, no segundo tempo, vítima da arbitragem confusa de Gladstonni Oliveira e seus auxiliares.

A Bolívia enfrentou o Cordino com Rodrigo Ramos, Tote, Jadson, Mimica e Gelvane (Wellinton Indinho); Jonas, Uillian Correa, Eloir e Cleitinho (Hiltinho), Edgar (Bruno Chocolate) e Willian Paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *