Sócio UniversoTorcedor

Pela regularidade

Comandante espera que a equipe mantenha nível de atuação para sair do sufoco

Aliviado com primeira vitória, técnico Paulo Roberto projeta duelo contra o CRB

A vitória sobre o Paysandu já ficou para trás. O Sampaio Corrêa começou a projetar o duelo da próxima sexta-feira diante do CRB, no Estádio Rei Pelé. Mais um adversário direto na luta para fugir da zona de sufoco na tabela.

Aliviado com primeira vitória, técnico Paulo Roberto projeta duelo contra o CRB

Aliviado com sua primeira vitória à frente da Bolívia Querida, o técnico Paulo Roberto Santos espera que a equipe dê sequência aos bons desempenhos das últimas rodadas e, consequentemente, suba na tabela: “O primeiro peso foi tirado das costas, que era a vitória. Agora vamos trabalhar para tirar o segundo peso, que é sair da zona de rebaixamento. O time vem demonstrando uma melhora acentuada, até mesmo contra o Vila Nova, quando fomos superiores, mas não conseguimos traduzir nos três pontos. E, diante do Paysandu, o nosso melhor futebol resultou numa vitória justa, que poderia ser até por um placar maior, se a arbitragem não tivesse anulado o nosso segundo gol, a meu ver, de forma equivocada”, destacou o treinador boliviano.

De olho na próxima missão, Paulo Roberto espera que a equipe mantenha a regularidade e atue com a mesma determinação para buscar outro bom resultado: “A vitória traz confiança. Agora vamos partir para mais um confronto direto, com o intuito de repetir as atuações eficientes que tivemos, sobretudo na última rodada, e tentar vencer novamente”, frisou.

A equipe Tricolor ainda fará mais dois treinamentos em São Luís, nesta terça e quarta-feira, antes de embarcar para Maceió, onde realizará a última atividade no CT do CSA.

10 respostas

  1. O Sampaio tem tudo pra sair dessa situação de sufoco, ate porque os adversários que estão ali próximo, estão perdendo ou empatando, por isso, só nos resta fazer a nossa parte, ganhando os jogos que vier pela frente, tanto dentro como fora de casa.

  2. Mesmo perdendo o Sampaio não vinha jogando tão mal assim, o futebol tem esses mistérios ,quando a bola teima em não entrar não tem jeito,os gols que tomamos em outros jogos foram em consquências cabulosas,contra o goias por exemplo os caras chutaram duas bolas e foram dois gols,são Bento e Boa, um jogador nosso saiu pra cumprir a regra e voltar e aí tomamos gols e assim foram tantos outros em que os “zagueiros e goleiros salvaram tudo”. Em tempo,se o William Barros continuar jogando assim ,vai muito longe….

  3. O Sampaio tá precisando de mais umas monzada de Sal no próximo jogo vocês q estão Air em São Luís não bom esquece do Sal em casa

  4. Precisamos jogar lá no Rei Pelé como jogamos na Curuzú, com seriedade, responsabilidade e confiança, assim, poderemos trazer de lá um bom resultado.

  5. TEMOS QUE MANTER A PEGADA DE TIME VENCEDOR: “O MAIS IMPORTANTE É O PRÓXIMO JOGO “!! NADA DE FAZER CÁLCULOS TORTURANTES!!
    OK, RAPAZIADA???
    Ismar!!

  6. “Comandante espera que a equipe mantenha nível de atuação para sair do sufoco”
    Nos últimos dois comentários que fiz enfatizei isso. Sampaio precisa de uma sequência de vitórias para sair dessa situação, e tem tudo para conseguir, desde que realmente “mantenha o nível de atuação”, ou seja: não abdicar de atacar, fazer uma marcação forte, atacar em bloco, agredir o adversário, manter o foco, evitar expulsões e cartões bobos, etc. etc. Estamos longe ainda da perfeição, mas a equipe melhorou muito. Vai ser outro jogo decisivo e tão ou mais importante quanto o jogo contra o Paysandu. Time precisa recuperar os pontos perdidos dentro de casa, e a única forma é vencer fora.

    1. Verdade! Só vencendo sairemos do Z4. Empate só é importante quando o time está brigando encima na tabela. Se vencer o CRB time saí do sufoco. Se perder ou empatar, mesmo que venca o Brasil de Pelotas, continuará no Z4. Times da frente não podem se distanciar. Pra cima deles com raça Sampaio…..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *