Sócio UniversoTorcedor

Novo foco

Tricolor se reapresenta e já planeja duelo contra o Náutico

Novo foco
Grupo Tricolor realizou treino regenerativo nesta quinta no CT (Foto: Ronald Felipe)

Após golear o Pinheiro e garantir vaga na semifinal do primeiro turno do Campeonato Maranhense, o Sampaio Corrêa já virou a chave de competições. Agora, a Bolívia Querida direciona as atenções para o Náutico, em confronto neste sábado no Estádio Castelão.

O grupo Tricolor se reapresentou na tarde desta quinta-feira, no CT José Carlos Macieira, e realizou os trabalhos habituais pós-jogo, com foco principalmente na recuperação dos jogadores que foram titulares na partida passada.

Autor de um dos gols da vitória boliviana, o zagueiro Pedro celebrou a boa atuação com a camisa do Sampaio: “Muita alegria e gratidão por ter marcado meu primeiro gol como profissional, ainda mais por ser com a camisa desse clube gigante. Fico muito feliz também pela nossa vitória, que foi fundamental para as nossas pretensões na competição”, afirmou.

Com tempo curto até o próximo compromisso, a equipe Tricolor vai fechar a preparação já nesta sexta-feira, em atividade no Estádio Castelão, palco do duelo diante do Náutico.

10 respostas

  1. ECR bom dia!Desculpe. Não sei a quem dirigiu a palavra se a mim ou ao José Rossini,tudo bem,,, O José Rossini, me parece ser um torcedor muito raíz e com certa exigência em suas análises contundentes! Quanto a minha pessoa, sou torcedor do Sampaio desde 1961 e puder assistir também o bicampenato maranhense naquela época,pois morei e estudei em SL,até 1964.De lá pra cá, continuo Sampaio ,Vasco no Rj,e admiro o Santos ,construi a minha vida fora do maranhão,sou bem casado,tenhos filhos e netos todos bem sucedidos graças a Deus e atualmente moro no PI,e não vejo nenhum motivo para querer aparecer,apenas aproveitando desse espaço maravilhoso para gente debater de forma ordeira e civilizada ,o bem geral desse nosso clube querido e tradicional que é a nossa Bolívia querida!

  2. Isso mesmo! Sampaio x Náutico ,um clássico regional ,e duas potências nacionais.Resultado imprevisível.Quanto a diminuição de torcedores nos estádios a meu ver alguns fatores atuais contribuem para essa causa.Primeiro, os canais fechados que oferecem pacotes de todos os jogos por preços acessíveis ao consumidor.Imagina, você em sua casa assistindo os jogos,sentado na poltrona ou na cozinha,fazendo churrasco e tomando o seu vinho ou a cerveja gelada, e, livre de bafômetros ,stresse,assaltos ou aborrecimentos?.Outra, a pandemia,a crise econômica,(inflação e desemprego). Emfim,fora as cotas de paticipaçoes em torneios ou campeonatos brasileiros,os clubes tem que prover recursos através do Marketing (patrocinadores),ou do novo modelo de gestão (SAF), claro ,que as receitas oriundas dos jogos de grande apelo popular é muito interessante ,contudo, não é mais uma fonte de sustentação de nenhum clube.

    1. Não concordo. É um jogo que tem suas especificidades, seu grau de dificuldade, mas, o Sampaio joga e treina no Castelão. É o mandante do jogo, e tem que fazer valer o mando de campo. Se o jogo fosse lá, complicaria a vida do Sampaio, porque a torcida do Náutico certamente compareceria em peso, sabendo da importância desse jogo e da necessidade do Náutico vencer, pois não venceu ainda na competição. É um jogo pra testar esse time, pra ver que tem e quem não tem qualidade, quem pode e quem não pode vestir essa camisa. Não estavam querendo jogar em Salvador contra o Bahia, e até insinuaram que o times baiano estava com medo de jogar contra o Sampaio?????? O Bahia é um time mais encorpado que o Náutico, manteve a base que disputou a Série A ano passado. Já o Náutico não vai bem no campeonato pernambucano, e nem venceu ainda na Copa do Nordeste!!!! Não tem nada de resultado imprevisível. Sampaio joga em casa, joga sem pressão porque a torcida é pouca, e diferente do Náutico que joga fora e vem com muita pressão tendo a necessidade de vencer. Deve jogar atrás, esperando um vacilo do Sampaio.

  3. Essa imprensa, de tanto endeusarem, babarem e destacarem o futebol do Rio e São Paulo nos seus programas de esporte ao longo dos anos, esqueceram do nosso. Hoje, tentam resgatar aquilo que ajudaram a perder, ou seja, o nosso público nos estádios.
    Infelizmente o rádio e a televisão não tem mais a mesma força que tinham em décadas passadas e, através desses meios, se torna impossível reverter essa situação.
    Sou testemunha do que estou escrevendo.
    Pisaram feio na bola, e agora?
    É bater palmas para aqueles que sempre valorizaram e brigaram pelos seus.

    DEVIAM TER OLHADO COM MAIS CUIDADO PARA A BOLÍVIA QUERIDA DE MAIOR TORCIDA.

    1. Concordo plenamente com você, o futebol maranhense está esculhambado, moto e mac estão falidos, o Sampaio Correa faz milagre pra se manter na série B, a economia do pais não ajuda, os maranhenses ganham salários pífios e muitos não tem condições de ir ao estádio.

  4. Mais um jogo difícil pro Sampaio Correa, não tem moleza. O Náutico é de série B, mesmo nivel do Sampaio, jogando em casa temos que nos impor, o grupo de jogadores é bom e vai crescendo aos poucos.

    1. Não se pode afirmar nada ainda meu chapa! Nem dizer que o grupo é bom e nem, que não é. Sampaio jogou/treinou só com time fraquíssimo. Vai ter seu primeiro teste amanhã. Não será um super teste, porque esse time do Náutico não vem no campeonato pernambucano. Na primeira rodada da Copa do Nordeste, empatou com o Campinense, no 2º jogo, perdeu para o Sport e vem pra São Luis com a obrigação de se recuperar na competição. Com o peso nos ombros. Bom para o Sampaio que joga em casa e sem pressão….. Vai ser um bom teste. Agora contra o Bahia em Salvador, aí sim, vai ser um teste pra valer, para separar os homens dos meninos…

    2. Análise perfeita positiva e estimulante ao invés de buscar denegrir o esforço de quem carrega nas costas a respo sabilidade de elevar o clube é osso estado a patamares mais altos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.