Sócio UniversoTorcedor

Desafio no Ceará

Tricolor treina no PV para confronto contra o Fortaleza

Sampaio fez ajustes finais no PV para confronto contra o Fortaleza

A rotina do Sampaio Corrêa tem se resumido a jogar, recuperar e realizar um único treino antes do próximo compromisso. Foi assim novamente, agora no Ceará, onde a equipe Tricolor se encontra para o duelo deste domingo contra o Fortaleza, válido pela sexta rodada da Série C.

Sampaio fez ajustes finais no PV para confronto contra o Fortaleza

Em movimentação no Estádio Presidente Vargas, local da partida, na tarde deste sábado, o técnico Francisco Diá apenas trabalhou o posicionamento do time em campo e organizou o setor defensivo. Atividade leve, sem exigir muito dos jogadores, que vêm de uma sequência extenuante de jogos nos últimos dias.

“Enquanto estivermos envolvidos com a decisão do Estadual, teremos que nos adaptar a essa logística e usar o pouco tempo livre para ajustarmos alguns detalhes pontuais. Tudo resumido muito mais na base do diálogo. Vamos a campo para outro jogo de superação e determinação”, frisou o treinador boliviano.

Fortaleza e Sampaio Corrêa se enfrentam neste domingo, às 18h, com transmissão ao vivo do Canal EIMaxx, direto do Estádio Presidente Vargas.

14 respostas

  1. Bom dia Universo Tricolor !

    Hoje teremos pela frente mais uma batalha nessa guerra do Brasileiro Série C e enfrentaremos o Fortaleza que a oito anos pena para ascender à serie B. O Sampaio tem que ser cauteloso pra não ser surpreendido no Getúlio Vargas para conseguir o seu objetivo que é pontuar. O professor Diá deve saber o que está fazendo e não deixará que isso venha a acontecer. Certemente jogará por uma bola e galgará sucesso em sua empreitada. Deixemos a escolha do time para o Diá pois ele conhece o elenco que tem em mãos. Já fizemos grandes jogos no Ceará, tanto no Castelão como no Presidente Vargas e, esse time do Fortaleza não mete medo a ninguém. Joguemos com comprometimento e responsabilidade que conseguiremos os nossos objetivos que é os três pontos. Pra frente, Bolívia!

  2. Apenas para informação : nas últimas horas pelos menos 4 técnicos conhecidos na região estão ou estarão desempregados. Givanildo, Leo conde, Josué Teixeira e do náutico, ex- river que agora me falha a memória. Eita brasileirão danado para desempregar técnicos.

  3. Jogo difícil. Em Fortaleza estão esperando esse clássico para de fator testar a força do tricolor do pici. Com relação ao tricolor maranhense eu penso o mesmo. Um bom resultado nos credencia a brigar pelos primeiros lugares do grupo. Vem trazer uma motivação para a torcida e para o grupo. Acredito na minha Bolívia. E cá para nós: o Fortaleza treme diante da Bolívia. Vamos que vamos PAIÔÔ!

  4. MUITO BEM, NEO-FILÓSOFO DIASSIS. Espero que coloque, em campo, um time mais agressivo, com três atacantes tal qual vc fazia na época do bom Altos.
    Um forte abraço e………
    BOA SORTE A VC E COMANDADOS.!!
    ismar!!!

    1. Só uma pergunta pra ver se eu consigo entender: o Diá viajou para Teresina e indicou a contratação do Célio Holanda, não foi isso?
      Agora me explica uma coisa, tudo isso e o jogador nem no banco vai relacionado? Se não está lesionado e você deixar um atacante, um homem de referência de área fora de uma partida dessa….. O que se deduz que o cara não vai relacionado é por falta de qualidade técnica, e se for isso, porque não tem outra explicação, por que então contratou?
      Outra coisa, se o time está desgastado, era mais um razão para levar o atleta que está descansado pois não vem atuando.

      1. Meu GRAN ROSSI, acredito que o caso do “Possante Celio Matador” , está relacionado a adaptação e ambientação ao novo grupo, bem diferente do 4 de Julho de Piripiri. Isso, infelizmente -pra quem precisa de resultado, com data de ontem, ACONTECE. AGUARDEMOS.

        1. Ismar, além dessa tua linguagem, não há essa história de adaptação. Ele não saiu de Piauí pra Europa, e sim para o Maranhão que é logo ali do lado e o futebol de lá é tão fraco quanto o daqui.

      2. Concordo contigo amigo, nosso técnico pisou na bola feio, ficam perdendo tempo contratando jogadores meia boca, quando o certo seria contratar pelo menos uns 4 de bom nível. Goleiro, zagueiro, meia de criação e um atacante nato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *