Sócio UniversoTorcedor

De leve

Com jogadores em recuperação, Tricolor faz treino leve no CT

Jogadores participaram de um leve treino

A ordem do dia no Sampaio foi recuperação. Com o adiamento do clássico para o próximo domingo, a equipe Tricolor ganhou um tempo extra na luta contra o desgaste e restabelecimento físico de alguns jogadores.

Jogadores participaram de um leve treino
Jogadores participaram de um leve treino

Com o nível de fadiga muscular elevado apontado pelo departamento de fisiologia, os zagueiros Luiz Otávio e Edvânio, o volante Dudu e o meia Válber foram poupados do treino desta terça-feira, assim como o ala Raí, que se recupera de dores na virilha.

“É apenas precaução. Nenhum dos atletas preservados da atividade de hoje preocupam para o jogo. Acredito que já nesta quarta-feira todos possam treinar normalmente com o restante do grupo”, explicou o fisioterapeuta Marcos Riccelli.

No campo do CT José Carlos Macieira, os jogadores Tricolores participaram de um treino utilizando travinhas como referência. Trabalho técnico para aguçar a pontaria e estimular os reflexos durante os jogos.

Somente nesta quarta-feira que o treinador Oliveira Canindé vai trabalhar na montagem da equipe para enfrentar o Moto, já que poderá contar com elenco completo na ocasião.

“Optamos por realizar um treinamento mais leve hoje. Amanhã já devemos realizar um trabalho mais puxado, com todo o grupo, para começarmos a ter uma ideia do time que levaremos a campo no domingo”, frisou o treinador da Bolívia.

 

 

 

 

29 respostas

  1. Rapaz esse tal de Fábio lopes não da aqui no sampaio,se ele fosse bom tinha ficado no cruzeiro,por mim ele fica por lá mesmo.

  2. A BOLIVIA está parecendo que está no fim de temporada, cansaço, fadiga muscular, stress e etc, imagina quando chegar o fim da temporada, vai estar todo mundo caindo aos pedaços.

  3. Tomara que esse técnico não invente de colocar Pimentinha de titular. Por isso é que o Robert não fez mais gol, Pimentinha não passa a bola nunca. Vai ser igual ano passado, ele não faz e não sabe fazer gol e também não passa pra quem sabe. É só olhar o jogo contra o São José e ver as oportunidades que ele disperdiçou, e o Robert bem do lado dele.
    Pimentinha é um animador de torcida, tem que colocar ele quando o Sampaio estiver ganhando de dois ou três a zero, só pra passar os minutos, aprontar correria pra cima da defesa adversária e perder os gols que ele perde sem que faça falta pra gente, ou seja, só pra animar a torcida e passar o tempo.

    1. Caro Plinio,

      Com todo o respeito que te é devido, mas tenho que discordar de ti. O Pimentinha é um bom jogador! E essa de não passar a bola é algo comum nos atacantes. No futebol brasileiro, há uma máxima de que só atacante pode fazer gols. Os caras – atacantes – são incapazes de passarem a bola pra quem está mais bem posicionado. Fui ao jogo do Sampaio contra o Coruripe, e penso que a Bolívia só não ganhou o jogo pq seu Robert e seu Walber, em pelo menos duas oportunidades, foram fominhas e não passaram a bola pro Gil Mineiro (se tu foste ao jogo, tu vais te lembrar do que estou falando). No domingo e na quarta, contra o Estrela, seu Robert perdeu gols incríveis, atrapalhando-se todo em jogadas relativamente fáceis.

      1. fala sério pimentinha tem q passar uns seis meses treinando finalização, pq correr feito um avestruz ele sabe muito mais na hora de finalizar é realmente de levar torcedor cardíaco a infartar….

    2. Falou tudo Plínio !!!!!!!!!! Fiz esse comentário e, ainda teve um babaca que me criticou, dizendo que eu era daqueles torcedores que nem vai ao estádio !!!!!!!!!!!!!!! Esse tal de pimentinha se acha o Messi, NÃO TOCA A BOLA PARA NINGUÉM !!!!!!!!!!!!!!! Como vc falou no jogo contra o São José, se ele tocasse a bola para o Robert que, ao contrário dele SABE FAZER GOL ,o Sampaio teria vencido a partida !!!!!!! É um verdadeiro fominha, esse jogador de futsal !!!!!!!!!!!!!!!!

    3. MEU caro torcedor de meia tigela você não entende é de nada mesmo de futebol , então aprenda um pouco assistindo esse vídeo, assista e não fala besteira do que você não conhece , ok ? https://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=_d5h-D-scEY —-
      Ele é o melhor do Brasil com seus dribles desconcertantes e fantásticos, um jogador leve, rápido dinâmico, chama 5 ou mais adversário para dançar, que acabam fazendo faltas nele , e para o futebol moderno de hoje é fatal para um bom batedor de faltas nas proximidades da área, sem contar que leva todos os tipos de torcedores para o estádio, é tudo que qualquer time está querendo.

  4. Rapaz hoje fiquei bobo, ouvi no radio que no confronto com a “mobilet velha” o Sampaio tem 18 VITÓRIAS a menos, acho muito, será que contaram com jogo de botão? Se for verdade mesmo é melhor o Sampaio equilibrar esses NÚMEROS, começando com o jogo de domingo, pois somos time de 2ª divisão Brasileira, pega mal ficar atrás de uma BOSTA que nem divisão tem. Avante Bolívia!!

    1. Caro amigo, Tubarão devorador, se eles contaram os jogos de futebol de botões, esqueceram o campeonato do bairro de fátima, onde tenho maior número de vitórias sobre o moto, comandado pelo técnico Zequinha “Jack Jones”. Eu sou o técnico do Sampaio Correa Futebol de Botões, do Bairro de Fátima e também da Academia de Futebol de Mesa da Camboa.

      1. Marquinho boliviano,

        “Esse tal de Fábio Lopes”, como tu o intitulas, é bom jogador. Fez uma bela Copa do Brasil pelo ASA de Arapiraca, jogou no Japão e jogou no Cruzeiro. Ele é filho do melhor jogador que vi jogar no Maranhão: RAIMUNDINHO LOPES e sobrinho do outro bom jogador: BEATO LOPES.

        1. Não basta ele ser filho e sobrinho de craques, tem que herdar este DNA e tornar-se taum craque também, estaremos lá para apoiá-lo, e esperamos ter o devido retorno da parte do Sr. Fábio Lopes.

    1. concordo em gênero, número e grau, esta questão de má finalização do Anderson Pimentinha já deveria ter sido resolvida por parte das várias comissões técnicas as quais ele fez parte como jogador de futebol. Aliás todos os atacantes deveriam ser submetidos a um treinamento rigoroso de finalizações, objetivando diminuir o alto índice de desperdícios de gols, por nosso ataque como um todo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *