Sócio UniversoTorcedor

Confiança

Presidente descarta acomodação do grupo e ainda acredita na luta pelo acesso

Presidente Sergio Frota ratificou sua confiança no grupo (Foto: Lucas Almeida)

A palavra oscilação faz parte do cotidiano de praticamente todas as equipes da Série B, e com o Sampaio Corrêa não é diferente. A equipe Tricolor entra em campo nesta quarta-feira buscando a reabilitação no campeonato, após quatro jogos sem vitória.

Atento observador do futebol e do dia a dia do clube, o presidente Sergio Frota, como torcedor, sente na pele a amargura de cada resultado negativo, no entanto, na condição de comandante da nau Tricolor, procurar manter a serenidade em todos os momentos: “Não me empolgo com as vitórias nem me desespero com as derrotas. No começo da competição, diziam que lutaríamos contra o rebaixamento, mas nos recuperamos e passamos nove rodadas no G4, mesmo como o menor orçamento da Série B. Caímos de produção, devido às muitas lesões, que prejudicaram bastante o rendimento da equipe, mas não tem nada perdido. Estamos vivos”, destacou.

Frota mantém o otimismo quanto às chances de acesso do Sampaio, e descarta qualquer tipo de acomodação do grupo por já ter garantido a permanência na Série B: “Estamos disputando um campeonato muito equilibrado, em que esse tipo de oscilação é normal. Acredito nessa equipe, que já deu provas da sua capacidade, e, ao contrário do que muito tem se falado por aí, não tem ninguém acomodado com situação nenhuma. Não somos favoritos, como já disse antes, pelos motivos que todos sabem, mas vamos lutar até o fim por esse tão sonhado acesso”, frisou o presidente boliviano.

No mês de novembro, o clube recebeu a última parcela das cotas de tv a que tinha direito, e o presidente revela os desafios para manter a engrenagem funcionando, em um ano repleto de percalços extras: “De fato está sendo uma temporada atípica, sem o público nos estádios, o que acarreta um grande prejuízo a todos, principalmente para um clube como o Sampaio, que vive sempre no limite. Mas eu nunca trabalhei com o desespero. Procuro buscar oportunidades até nos momentos de crise, e estamos nos movimentando de todas as formas para cumprir rigorosamente as nossas obrigações”, frisou o presidente, completando sobre a decisão de suspender a campanha do ingresso virtual: “Tomei a medida porque o resultado foi longe do esperado. Arrecadações que não chegam a cobrir nem o custo da campanha, que envolve profissionais de mídia e todo um trabalho de divulgação. Mas não culpo o torcedor, que tem suas prioridades, muitos, suas dificuldades, e agradeço de coração aos que colaboraram com seu clube de coração. Agora, é seguir trabalhando e acreditando que todo esse esforço possa ser reconhecido com o tão sonhado acesso. O universo Tricolor pode ter certeza que ninguém jogou a toalha aqui no Sampaio”, afirmou Frota.   

7 respostas

  1. O Sampaio entrou no campeonato jogando para não ser rebaixado. Entretanto, algumas vitórias deram ao torcedor a esperança de alcançar a série A. O sonhou ainda não terminou. Com as dificuldades que o clube passa, permanecer na série B está bom demais. Vamos torcer. Não vamos esmorecer, quem sabe, no final, vamos ter a alegria do acesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *