Adiante

Tricolor se reapresenta e começa a pensar no duelo contra a Chapecoense

Adiante
Tricolor se reapresentou na tarde desta quinta no CT (Foto: Ronald Felipe)

O empate contra a Ponte Preta já ficou para trás, e agora o Sampaio Corrêa reúne forças para o próximo desafio pelo Campeonato Brasileiro da Série B, na segunda-feira, diante da Chapecoense, na Arena Condá. O duelo é válido pela nona rodada da competição.

Um dia após o jogo, o grupo Tricolor já se reapresentou no CT José Carlos Macieira, na tarde desta quinta-feira. Atividade com bola somente para os jogadores que não entraram em campo ou jogaram menos de 45 minutos, enquanto os atletas que foram titulares fizeram apenas um treino regenerativo.

Marcinho evitou lamentações, e já direciona as atenções para o outro compromisso: “Não adianta ficar lamentando. Temos que trabalhar ainda mais para chegar forte no próximo jogo e tentar buscar a vitória”, frisou o meia boliviano.

Na tarde desta sexta-feira, em nova movimentação no CT, o técnico Márcio Fernandes terá o grupo completo para começar a trabalhar na montagem do time titular.

3 respostas

  1. Gostei da postura do time nesse jogo contra a Ponte, o que não gostei assim como todo torcedor boliviano também não gostou, foi a falta de gols e consequentemente a vitória, mas, mostramos que dá pra competir de igual pra igual com qualquer adversário nessa Série-B, basta jogar com o único propósito de vencer os jogos e jogar para que isso aconteça, tanto dentro como fora de casa.

    1. Ainda não temos um grupo capaz de brigar em pé de igualdade… me refiro ao pelotão de cima, aos 6 primeiros colocados…. precisamos de reforços pontuais… não adianta tapar o sol com a peneira. Eu torço para que o time volte com pelo menos 2 pontinhos na bagagem, ou quiçá, 4 pontos… mas nem o mais otimista dos torcedores, acredita muito disso. Precisamos de mais um volante e dois atacantes, porque nem sempre o Pimentinha vai aguentar fazer dois ou tres jogos seguidos. E um atacante que saiba fazer gols. Enquanto não chegar esses reforços, as perspectivas não são boas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *