Sócio UniversoTorcedor

Adequações

Tricolor faz ajustes no elenco e segue com trabalho de bastidores durante paralisação

Ricardo Capanema foi um dos jogadores que acertou a saída do clube (Foto: Lucas Almeida)

O Sampaio Corrêa, assim como os demais clubes do mundo, está com as atividades paralisas devido à pandemia do novo coronavírus. No entanto, diretoria e comissão técnica estão em contato constante no sentido de alinhar as devidas diretrizes para ter a equipe ajustada quando as competições forem retomadas.

As primeiras medidas já estão sendo processadas, como a rescisão consensual com alguns atletas, que definiram a situação junto ao o departamento jurídico e já foram liberados. São eles, o zagueiro Thiago Duchatsch, lateral Kellyton, volantes Abuda e Ricardo Capanema, além do atacante Valdo Chaveirinho.

Antes, o volante Everton Dias também já havia deixado o clube, após entendimento com a diretoria.

Os trabalhos de bastidores prosseguem durante a semana, em contatos por vídeo com a comissão técnica, que acompanha atentamente o mercado para ter a equipe reforçada na volta às atividades. 

23 respostas

  1. Presidente,
    muitos jogadores terão seus contrato encerrado com os times paulista em 30/4. Entre eles estão os ex- Felipe Marques e Adilson Goiano do ( Novo Horizontino ). É hora de começas as negociações. Temes do Ceará e Pernambuco toda semana contrata jogadores.

  2. É muito importante e até ético procurar para a assessoria antes de falar alguma coisa sobre decisões tomadas pela diretoria,acredito que teve algum motivo para a saída do Abuda,pode ser que até ele mesmo tenha pedido pra sair,pode ter sido contusão,ou até mesmo para conter gastos já que tá tudo parado,as vezes um comentário pode gerar uma falação e até prejudicar o andamento do trabalho,de certo é que é muito fácil criticar.

  3. Presidente,
    o senhor já deu oportunidades pra muitos jogadores desconhecidos, dê uma oportunidade ao Valter. Aquele gordinho ? Ele mesmo, ele estará liberado pra jogar a partir de JULHO. Tá prometendo calar os críticos, é só propor um contrato de produtividade. Já pensou, se o cara volta ser o que era antes…………….

    1. Ta foda! Virou mais briga politica querendo de alguma forma adquerir verbas do que realmente preocupação com a saude, segurança do povo. Que a vdd eles nuca tiveram esse tipo de preocupação.

  4. Presidente,
    apesar dos futebol está parado, tem muitos times tentando de reforçar.
    Ex- Ceará, Athetico/pr, Fortaleza, Coritiba etc, já contrataram durante a paralisação.
    O que eu quero dizer é o seguinte: Tem um volante muito bom por nome de ZÉ VITOR, no Cianorte. Sds

  5. As previsões são sombrias. Esse ano tem tudo pra ser o pior da história do Sampaio Correa. Essa pandemia deve se estender até o final do ano. Os clubes que em reserva financeira o prejuízo será melhor controlado. O Sampaio que só coleciona déficit tem que parar mesmo. Entretanto, a palavra final será da CBF. Vamos esperar, só nos resta fazer isso e na quarentena. Agora, de uma coisa eu tenho certeza, enquanto se fizer apostas em jogadores que não conhecemos, vamos sempre arcar com o ônus.

  6. Torcedores do Sampaio, não vamos abandonar nosso presidente nessa situação. Refiro-me mais aos sócios torcedores como eu sou. São nessas horas que distinguimos os verdadeiros torcedores. Continuem com suas obrigações de sócio torcedor em dia como tenho feito. É um momento de união, amor e consideração com o clube de coração. PRESIDENTE ENQUANTO DEUS NOS CONCEDER SAÚDE, ESTAREI DO LADO DE MEU ÚNICO TIME: SAMPAIO CORREA, MINHA BOLÍVIA QUERIDA”.

  7. Quem paga o salário dos jogadores é o presidente, então é hora de mandar embora, ninguém tem previsão de quando tudo isso vai acabar e se vai acabar ainda este ano, eu, particularmente acredito que este ano o calendário está completamente comprometido, assim, usando do bom senso, é hora de limpar a casa.

    1. Pois é…. muitas vezes eu comentei sobre essa atitude e recebi muitas críticas por isso. O Abuda ficou recebendo salários sem ter entrado em campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *