Sampaio Corrêa

11 | jun | 2015 - 21:20 - 1352 visualizações

Share Button

Boa causa

Sampaio abraça campanha contra trabalho infantil

Em 12 de junho é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. Para marcar a data, será realizada uma ação no jogo do Sampaio Corrêa contra o Criciúma, pela 7ª rodada da Série B, que acontece nesta sexta (12), às 19h30, no estádio Castelão, em São Luís (MA). Os jogadores entrarão em campo com a camisa alusiva à campanha, que tem como tema “Não ao trabalho infantil. Sim à educação de qualidade”.

A ação, que inclui também panfletagem no estádio, tem como objetivo despertar o interesse da sociedade para o problema e estimular denúncias para que os órgãos competentes consigam atuar nos casos e reduzir os números que colocam o Maranhão no 2º lugar do ranking nacional de trabalho infantil.

De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE 2013), mais de 208 mil crianças e adolescentes maranhenses de 5 a 17 anos de idade estão em situação de trabalho. Esse número corresponde a 10,9% da população dessa faixa etária. Apenas o Piauí supera o Maranhão, com 11,3% dessa população ocupada.

A campanha é nacional e conta com o apoio de vários times das Séries A e B do Brasileirão. Além do Sampaio Corrêa, confirmaram participação as equipes do Flamengo, Fluminense, Botafogo, São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Sport, Ponte Preta, Bahia, Vitória, Criciúma, Avaí, Figueirense, Joinville e Chapecoense.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também autorizou a exibição de faixas alusivas à campanha, bem como a veiculação de mídia nos telões dos estádios. Em São Luís, representantes do Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA), da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador Regional São Luís (Cerest) e do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepetima) farão uma panfletagem sobre a campanha na chegada da torcida do Sampaio ao estádio Castelão.

Como denunciar

Ao identificar alguma situação de trabalho infantil é importante comunicar o Conselho Tutelar, o Ministério Público do Trabalho e o Juizado da Infância. Há a opção também de denunciar pelo Disque 100 ou pelo site www.prt16.mpt.gov.br.

Trabalho infantil no Brasil

Em todo o país, cerca de 3,2 milhões de crianças e adolescentes trabalham – o que equivale a 7,54% da população de 5 a 17 anos. Entre as regiões do Brasil, o sul ocupa o primeiro lugar com 9,5% de ocupação. Norte vem em segundo (8,19%) e nordeste em terceiro (8,11%).

Atuação do MPT

Na visão do Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA), a exploração do trabalho de crianças e adolescentes é uma das mais perversas formas de violação de direitos humanos, pois impede a formação escolar, o desenvolvimento saudável e a cidadania.

Só no ano passado, o MPT no Maranhão abriu mais de 300 investigações sobre trabalho infantil. O órgão firmou 80 termos de ajuste de conduta (TAC) e ingressou com 20 ações civis públicas para combater esse problema. Atualmente, existem 347 inquéritos civis em andamento no MPT-MA para verificar situações de exploração de crianças e adolescentes em todo o estado.12deJunho_700x425

12 respostas para “Boa causa”

  1. Sérgio Roberto Neiva Brito disse:

    Não ao TRABALHO ESCRAVO INFANTIL, sim ao trabalho que forma e educa o indivíduo, para que ele seja útil à sociedade e dela participe e nela se realize. Parabéns à diretoria do Sampaio pela iniciativa de se engajar nessa luta.

  2. Shark disse:

    E isso ai nao ao trabalho infantil…

  3. RAIMUNDO JOSE SILVA disse:

    TODA CAMPANHA QUE VISA RESGATAR NOSSAS CRIANÇAS DO TRABALHO INFANTIL E TODAS AS INSTITUIÇÕES QUE PARTICIPAM DE FORMA A CONTRIBUIR COM A EDUCAÇÃO E O MELHORAMENTO DO NOSSO PAÍS TEMOS QUE APLAUDIR E NOS COLOCAR A DISPOSIÇÃO PARA TAMBÉM NOS UNIRMOS PELA MESMA CAUSA.

  4. joão carlos disse:

    Eu desde meus 10 anos trabalhei, vendi picole, laranja e outros bicos e nem precisava ajudar em casa fazia por robi mesmo, e isso era bom porque eu ficava com a mente ocupada, coisa que não acontece hoje a juventude fica ociosa e o diabo joga eles nas drogas e quando não tao envolvido em assalto armas etc… o governo, as autoridades pode até proibe os jovens de trabalhar, mas eles nao tem projeto para absolver o jovem que tá cheio de ormõnio, o projeto do é ligado na corrupçao, eu mesmo trabalho em orgão público e sou discriminado na Saúde sem eu ter dado nem um motivo eles pagão meu SUS pela metade tão me roubando, é essa mudança de seu excelentissimo Flávio Dino ele tem que ver quem são seus assessores. obrigado, agente tem que dá exemplo pra poder cobrar não e verdade?

  5. Fabricio Garcez disse:

    Parabéns a toda a diretoria do Sampaio pela belíssima iniciativa. Orgulho de ser tricolor maranhense.

  6. trabalho infantil eu comecei a trabalhar com 10 anos. em oficina mecanica e outras ai e nunca morri aprende tudo e hoje em dias nao se ver mas isso é proisso que esses jovens de hoje ta desse jeito.. aprender em oficina uma profissao ninquem quer mas vender droga e roubar tem muitos ..

    • Fátima disse:

      Caro Marcos, acredito que o foco do combate não é o trabalho em si, mas o tipo de trabalho, há diversos tipos de trabalhos que atrapalham sim tanto a formação escolar do indivíduo, como a própria formação corporal, trabalho em oficina mecânica, por exemplo, é um deles e pela sua forma de se expressar, caro Marcos, bem percebe-se o quanto atrapalhou sua formação. Outro problema é quando o trabalho infantil se torna exploração, vc acha justo crianças trabalhando a noite, entrando pela madrugada,como ambulante na porta de shows, ou com seus corpos franzinos carregando objetos pesados e até manuseando máquinas perigosas?
      Eu também comecei a trabalhar na adolescência e admito que isso foi muito benemérito pra minha formação como indivíduo e cidadã, porém eu trabalhava num escritório, não estavam explorando minha mão de obra e uma das exigências era que eu estudasse, com certeza esse tipo de trabalho não está sendo combatido na campanha.

  7. Antonio disse:

    Vocês ja devem comecar a pensar em promocoes para atrair torcedores tanto o dia 19 de junho quanto para o mes de julho, tipo essa para o dia dos namorados!

  8. Guilherme disse:

    Tem alguns sites do Paraná publicando que Válber vai pro Operario-PR. Confere essa informação? como o Sampaio vai perder um jogador que vem atuando de titular para uma equipe de série d?

    espero que seja engano dos jornalistas paranaenses.

  9. José Carlos teixeira disse:

    Ainda bem que o Sampaio Correa está apoiando essa campanha..Não ao Trabalho Infantil.. Parabéns ao presidente: Deputado estadual Sérgio Frota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não poderemos publicar tudo o que for enviado, mas vamos analisar seu comentário com muito carinho.
(Máximo de 1.000 caracteres. Mínimo de 10 caracteres.)


Sampaio Corrêa - A Bolívia querida de maior torcida do Maranhão
Rua das Paparaúbas, Quadra 01, São Francisco - São Luís-MA
CEP: 65076-000 - Fone: (98) 2106.5065 - Email: contato@sampaiocorreafc.com.br

Todos os direitos reservados ao Sampaio Corrêa Futebol Clube

Fazer login » | Webmail

Powered by